A Natureza dos Emirados Árabes Unidos

A flora dos Emirados Árabes Unidos é relativamente escassa, uma vez que estamos a falar de um país onde a maioridade do seu relevo tem características áridas e secas.

Por tal, não encontramos uma flora muito variada, sendo que é possível encontrar alguns manguezais, um ecossistema que nasce em zonas baixas, alimentando-se através de uma acção de marés de água salgada ou salobra.

Tem havido um esforço da parte dos governantes para florestar algumas regiões mais propícias ao crescimento de plantas e árvores, nomeadamente de acácias, eucaliptos e palmeiras do deserto.

Sendo assim, são poucas as espécies de árvores autóctones que existem neste país, as quais se destacam as tamareiras, as mangueiras e as goiabeiras.

Na zona Leste, mais propriamente na Costa Norte extremo, localiza-se uma planície fértil, onde existem muitas chuvas e uma agricultura com culturas ricas.

A fauna dos EAU e bastante mais diversificada que a flora. Nas zonas dos manzegais, existem uma grande variedade de aves, que utilizam estes lugares, a fim de descansarem e se hidratarem.

A ave que mais chama a atenção e o flamingo, embora outros animais vivam também neste lugares, tal com no país inteiro, como o órix, a gazela do deserto, o peixe-boi e o caracal (da família dos felinos, cuja a caça é proibida uma vez que se encontra em vias de extinção).

É também bastante comum encontrar cobras de mais variadas espécies, lagartos, lebres ou gerbos, não esquecendo do antílope árabe.